Conexão móvel à Internet: o modelo de franquias e suas implicações para o acesso pleno à informação e a neutralidade de rede

Em 2017, o acesso à Internet atingiu 61% dos domicílios brasileiros, média inferior a de países como Argentina, Chile e Uruguai. Os dados variam nas diferentes regiões e classes: no Norte e nos domicílios de baixa renda, o acesso móvel foi mais utilizado do que o fixo. Este workshop pretende discutir as implicações do acesso móvel à Internet e as barreiras que práticas como a franquia de dados e a tarifação zero (zero-rating) representam para o acesso à informação de grande parte da população.


Convidados para esta atividade